sábado, 28 de fevereiro de 2009

Significado da Águia e Índios no Motociclismo de Estrada.

Alguns de nós tem estampada em suas motocicletas ou camisetas a figura de uma águia. Outros, tem a águia na atitude e personalidade.


Esta é uma ave muito especial, é a que mais tempo vive além de ser a que voa mais alto, quase sempre em voo solitário.


Ficam lá no alto, olhando o azul infinito. Alguma vez já pensou onde vão as águias quando a tormenta vem ? Onde é que elas se escondem ? Elas não se escondem… Abrem suas asas, que podem voar até 90 km por hora e enfrentam a tormenta. Enquanto todo mundo fica às escuras, embaixo, elas voam vitoriosas e em paz, lá em cima.


Quando chegam aos 35 anos, estão com as penas velhas, o que as impedem de voar, as unhas e o bico estão compridos demais, curvados, impedindo-as de se alimentar. Então, numa atitude instintiva e de coragem pela sobrevivência, procuram um lugar alto, próximo à uma rocha onde batem as unhas até que se quebrem. Em seguida o bico. Batida após batida, até cair. Enquanto isso, são alimentadas por outras, para que sobrevivam. Quando as unhas começam a crescer, ela vai arrancando as penas, uma a uma. Após aproximadamente 150 dias está completo o processo e ela parte para o vôo de renovação, com mais anos de vida pela frente.


Mas as águias também morrem. Quando sentem que chegou a hora de partir, não se lamentam nem ficam com medo. Tiram as últimas forças de seu cansado corpo e voam aos picos mais altos, quase inatingíveis, e aí esperam resignadamente o momento final. Até para morrer são extraordinárias.

Os índios e símbolos indígenas também são muito usados por motociclistas pelo sentimento de liberdade que representam.

Copio abaixo o depoimento de M. A. Soares Diretor do Navarro Highway M.C. de Bragança Paulista:

O motociclismo é um estilo de vida que tem o poder de transformar homens comuns em super-heróis que cruzam o asfalto com suas possantes máquinas de sonho.

Ser motociclista é valorizar a amizade e o companheirismo dos colegas da tribo, ter o prazer de se evadir da realidade de uma vida monótona e rotineira, saindo sem destino pelo mundo afora, sentindo o vento bater no rosto, no peito,o sol abrasando a pele por baixo das roupas de couro ou o frio que congela as mãos do guerreiro da estrada.

Ser motociclista é sentir um arrepio na pele ao ouvir o ronco do motor da moto, sentir as batidas do coração, que aceleram no mesmo ritmo que ela. É enfrentar os riscos e perigos para viver essa paixão incontrolável, pela qual se vive e muitas vezes se morre, sempre em busca da emoção de quem vive nas estradas um sonho real de liberdade e glória.

Amar o motociclismo é também acompanhar nosso ego em seus encontros e viagens. É saber dividi-lo com outras duas amantes: a estrada e a moto, sem nunca disputar a prioridade no coração do Guerreiro Estradeiro, por saber que o páreo é duro.

Ou então ficar esperando por ele, contando os minutos para que ele volte de sua solitária jornada, na certeza de que, por mais distantes que sejam os caminhos percorridos, aquele índio motociclista voltará para casa, encharcado pela chuva, com o capacete embaixo do braço e as roupas sujas de lama, como uma águia cansada que volta para o abrigo do ninho depois de um longo vôo, esperando para enfim tirar dele aquela armadura de couro negro e aconchega-lo em nosso peito, até o momento em que apareça uma nova viagem...


Fonte: site da HDpoint.com.br./site navajohighwaymc.com/Fotos por Johnny Adriani.

Carreta colide com praça de pedágio

Recebi por e-mail umas fotos de um acidente na Praça de Pedágio da Rodovia Santos Dumont (SP-075) na cidade de Indaiatuba, entre Campinas e Sorocaba.

Passo sempre por essa Rodovia quando vou a Serra Negra, Águas de Lindóia e Monte Sião (MG).

As fotos são de uma carreta que atingiu a praça de pedágio administrada pela "Colinas".
A construção, que ficou cheia de rachaduras, corre o risco de desabar.

A colisão ocorreu quando o caminhão passava pela cancela do "Sem Parar"e o motorista perdeu o controle. O veículo bateu de frente em um dos pilares de sustenção da cobertura..

O prejuízo ainda não foi calculado pela seguradora da concessionária. A Colinas informou que deve solicitar o ressarcimento do prejuízo junto à empresa proprietária da carreta, uma vez que foi constatado pela Polícia Militar Rodoviária que o motorista estava embriagado e dirigia a 100 km/h, ante os 40 km/h permitidos no trecho.

Com a violência do choque com a praça, a cabine da carreta ficou destruída. Pilares da estrutura estremeceram. O motorista sofreu ferimentos leves e pode ser preso.























segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Instrutora de Auto Escola bate carro com 10 pessoas.

Li essa matéria no Bonde News hoje de manhã sobre um acidente com um Vectra e me chamou a atenção o número de pessoas que estavam dentro do carro: 10.

Na matéria publicada pelo Bonde News, diz que a identidade do condutor não foi divulgada, mas na hora do almoço, quando eu assistia o Jornal da RPC-TV do meio-dia, foi dito que o condutor do veículo é uma mulher que trabalha como (pasmem).......instrutora de Auto Escola.

Leia abaixo a matéria publicada pelo Bonde:

Um veículo Vectra, placas de São João (PR), superlotado, se envolveu em um acidente, em Ampére, no início da noite de ontem (22), e precisou de toda a atenção dos bombeiros para a liberação de vítimas que ficaram presas nas ferragens.

A colisão contra uma árvore aconteceu por volta das 19 horas, próximo do Barrancos Clube. Segundo o Corpo de Bombeiros Comunitário de Ampére, que atendeu a ocorrência, dez pessoas - jovens entre 15 e 25 anos e uma criança de 2 - estavam no carro no momento da colisão.

O Siate prestou atendimento no local e fez o transporte das vítimas para o Hospital Santa Rita. Até o momento, quatro pessoas já morreram e outras ainda correm risco de morte.

A identidade do condutor do Vectra não foi divulgada.

Polícia não recomenda vítima negociar com ladrão.

A média diária de carros furtados ou roubados no ano passado em Londrina, é de 136 veículos por mês.

Em 2008 a média apurada pela Polícia Civil foi de 4,5 veículos subtraídos por dia.

Por isso, muitas pessoas têm recorrido à negociação com os ladrões para reaver o carro ou moto.

Muitos ladrões 'preferem' negociar diretamente com a vítima do que encaminhar o veículo furtado ou roubado para desmanches ou para receptadores, porque é muito mais fácil e lucrativo.

A Polícia não tem estatísticas oficiais de quantas vítimas aceitam negociar com quem roubou sua moto ou seu carro. Inclusive, existem alguns programas de rádio e TV permitindo esse comportamento: as pessoas oferecem recompensa, mas isso é muito perigoso e incentiva o crime, e as pessoas acabam se expondo a outros ladrões que não aqueles que roubaram seu veículo.

A polícia não recomenda este tipo de comportamento, e avisa que a negociação direta com o bandido e o pagamento do 'resgate' ou de 'gratificação' é um incentivo aos assaltos e também pode representar risco para as vítimas.

Segundo informações da Polícia Civil de Londrina, cabe às vítimas pôr fim a essa situação, pois cerca de 68% dos veículos subtraídos em Londrina são recuperados

No começo deste mês a Polícia prendeu mais de 10 pessoas que faziam parte de uma quadrilha especializada em roubar veículos e pedir resgate, (essas prisões ocorreram em 5 e em 13 de fevereiro).

Fonte de pesquisa: Bonde News.

Parece Brasil, mas não é...é na Itália.

Não é só no Brasil que os motoristas fazem "atrapalhadas" no trânsito...

Veja esse vídeo feito numa rodovia na Itália:

video

Mais pedágios...

A partir de hoje ficará mais caro descer para o litoral de Santa Catarina...

Começou na madrugada deste domingo a cobrança de pedágio em mais quatro praças de pedágio nas rodovias BR 101, 116 e 376. Com o início da operação das cabines, a viagem de carro de Curitiba até São Paulo passa a custar R$ 4,50 em tarifa de pedágio. Já o trecho da Capital paranaense até Joinville e Florianópolis custará R$ 2,20.

A Autopista Litoral Sul, que compreende um trecho de 382,3 quilômetros das rodovias BR 376 (no Paraná) e 101 (em Santa Catarina), tem duas praças que entraram em operação neste domingo e que são as primeiras da concessão. Outras três estão em construção e devem começar a operar em março e abril.

Autopista Régis Bittencourt (BR 116)

Praças de pedágio em operação:

- BR 116/km 298 - São Lourenço da Serra (SP)
- BR 116/km 485 - Cajati (SP)
- BR 116/km 426 - Juquiá (SP)

Autopista Planalto Sul (BR 116)

Praças de pedágio em operação

- BR 116/km 134 - Fazenda Rio Grande (PR)
- BR 116/km 204 - Rio Negro (PR)
- BR 116/km 081 - Monte Castelo (SC)
- BR 116/km 151 - Santa Cecília (SC)
- BR 116/km 233 - Correia Pinto (SC)

Autopista Litoral Sul (BR 376 e BR 101)

Praças de pedágio em operação

- BR 376/km 637 - São José dos Pinhais (PR)
- BR 101/km 001 - Garuva (SC)

Fonte: Folha de Londrina.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Caçando com uma BMW

Esse é o carro da mais cara caça do ano:
Viajando numa autoestrada alemã a 225km/h, em seu BMW Z 4, o motorista acerta um veado...


O veado desapareceu...


O motorista parou e imaginou p'rá onde foi o veado?...


Acredita-se que o impacto foi em uma velocidade de aproximadamente 180Km/h.

Prá todos vocês caçadores de veados, aqui está como você empacota um veado de 68Kg numa BMW Z4 Conversível...
















As Motoristas...

Não tenho nada contra mulher ao volante.

Acho até que muitas delas dirigem melhor que muitos homens, principalmente pela cautela no trânsito, mas o vídeo abaixo é bem engraçado...só atrapalhada...rsrsrs...

video

Feirinha de Artesanato no Guarujá.








































terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Zona Azul é ou não é obrigada a ressarcir prejuízos aos usuários?

Recebi uma matéria falando sobre um veículo que foi furtado quando estava estacionado na rua em local controlado pela "Zona Azul", e o proprietário entrou na justiça pedindo ressarcimento do prejuízo.

Pesquisando na internet, descobri duas decisões diferentes:

Uma delas foi na cidade de Joinville, em 09 de Outubro de 2005, onde o reclamante ganhou a causa, ou seja, a conclusão foi que quem paga Zona Azul tem direito à segurança do carro

1) A empresa Soil Serviços Técnicos e Consultoria de Santa Catarina, foi condenada a pagar indenização no valor de R$ 8,5 mil ao motorista Acácio Irineu Klemke, que teve o carro furtado quando ocupava uma das vagas do sistema de Zona Azul da cidade de Joinville, serviço explorado pela empresa. A decisão é da 1ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmando sentença da comarca de Joinville.

A empresa apelou da sentença ao TJ, sob argumento de que na condição de permissionária do município de Joinville presta serviços de parqueamento das vias públicas, mantendo e operacionalizando o sistema de estacionamento rotativo sem dever de vigilância ou guarda dos automóveis. Segundo sua defesa, "o preço cobrado pelo tíquete da Zona Azul remunera tão somente a permissão de uso do bem público, isto é, a viabilização da rotatividade dos estacionamentos de uso público".

De acordo com o relator da matéria, desembargador Orli Rodrigues, a Soil é responsável pelos danos causados a terceiros nos estacionamentos sob seu controle. Disse ainda que embora a empresa admita que a cobrança se preste a garantir a rotatividade dos veículos nos estacionamentos públicos, tal fato restringe direito fundamental de ir, vir e permanecer previsto na Constituição ao impor ao cidadão a obrigação de arcar com determinado preço para ter a permissão de estacionar em via pública.

“E como cada obrigação deve corresponder um direito, o Poder Público (ou aquele que lhe faz as vezes), porque aufere vantagem econômica, deve suportar um ônus correspondente”, afirma.

-x-x-x-
A outra é de Florianópolis, em 19 de Julho de 2007, onde a decisão foi contrária:


2)O contrato de estacionamento de veículo nas áreas denominadas zona azul não gera a responsabilidade de guarda e vigilância do Poder Público ou da empresa concessionária, pois trata-se de simples locação de espaço público com a finalidade de controlar o estacionamento de veículos nos centros urbanos, proporcionando uma maior rotatividade das vagas e, por conseqüência, o atendimento de interesse público específico.

Foi com base neste entendimento que a Terceira Câmara de Direito Público do TJ, em matéria sob relatoria do desembargador Luiz Cézar Medeiros, manteve decisão da Comarca da Capital que negou indenização para uma motorista cujo carro foi furtado em área identificada como Zona Azul, na rua Durval Melquiades de Souza, no centro de Florianópolis.

Por entender não existir uma relação de consumo entre o motorista e a administradora do sistema Zona Azul, o magistrado afastou de antemão a aplicação do Código de Defesa do Consumidor.

Ao contrário do alegado pela insurgente, não há o consumo da vaga, mas simplesmente a sua utilização por meio de contrato estabelecido com a Administração, anotou. Para o relator, nesta situação, aplica-se o princípio da responsabilidade subjetiva do Poder Público, com a necessidade de caracterização não só da sua omissão como também dos danos, nexos de causalidade, culpa do agente ou, ainda, culpa anônima do serviço público.

Exigir a garantia contra furtos ou outros incidentes (...) seria ilógico e irrazoável ante a desproporcionalidade entre o preço cobrado e o benefício esperado, constatou o relator.

A própria lei que instituiu a Zona Azul na Capital diz, em seu texto, que a cobrança de preço nas áreas de estacionamento não acarretará para o município de Florianópolis, a obrigação de guarda e vigilância dos veículos, não respondendo, quanto a estes e seus usuários, por acidentes, danos, furtos, ou quaisquer outros prejuízos sofridos.

O magistrado ainda citou jurisprudência do TJ gaúcho que reforça seu entendimento, seguido de forma unânime pelos demais integrantes da 3ª Câmara de Direito Público do TJ.


Fonte de Pesquisa: Site Consultor Jurídico.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Frase do momento sobre a crise

"A SITUAÇÃO DO MERCADO FINANCEIRO É TÃO RUIM,

QUE JÁ TEM MULHER CASANDO POR AMOR"....

Novo Alarme para Veículos

Veja, novo e revolucionário sistema de alarme p/carros...

Esse funciona mesmo!!! rsrs:

video

Clique no Play.

CARRO A AR - SENSACIONAL!!!

OLHA SÓ QUE VEÍCULO REVOLUCIONÁRIO.

ESSE VÍDEO É SOBRE UM AUTOMÓVEL 100% ECOLÓGICO, MOVIDO A AR.

SENSACIONAL!!!

video

Clique no Play

MATÉRIA VEICULADA PELA REDE GLOBO NO FANTÁSTICO.

Lei Seca é revogada!!

ATENÇÃO!!!

DIVULGUEM!!!

Os deputados acabaram de revogar a tão comentada 'LEI SECA'...

após 3 dias de análises ficou comprovado que os bêbados estão passando o volante para as mulheres e o número de acidentes e barbaridades no trânsito aumentou.

As autoridades acham que o Bêbado dirigindo é mais seguro.

ESTOU FAZENDO A MINHA PARTE

PELO AMOR DE DEUS DIVULGUE, VC PODE SALVAR VARIAS VIDAS


















terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Triciclo: Montagem e Legalização.

De acordo com o diretor geral do Detran/PR, coronel David Antonio Pancotti, entusiasta deste tipo de lazer e que possue um triciclo, o projeto dele e a montagem são complexos.


Talvez seja por isso que não tenhamos tantos triciclos nas ruas.


"O processo é demorado porque primeiro tem-se que contratar um engenheiro para fazer o projeto, que depois deve ser aprovado pelos órgãos de trãnsito".


É necessário ainda, pagar todos os impostos relativos às peças, as taxas do conselho regional de Engenharia (CREA), como também se deve ter sempre em mãos as notas fiscais e documentos.


"Por último, é feito um credenciamento no Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) e somento depois de passar na inspeção veicular é que o triciclo pode ser utilizado", afirma Pancotti.

Pancotti: Diretor Geral do Detran/PR em momento de lazer com seu triciclo.

Fonte: Revista Detrânsito Detran/PR