quinta-feira, 7 de outubro de 2010

sábado, 2 de outubro de 2010

Motos com rastreador

A partir de outubro/2010 começa a obrigatoriedade de fábrica de rastreador nas motos

A pedido das fabricantes de motos, o cronograma de instalação dos rastreadores anti-furto obrigatórios em veículos novos foi estendido.

O Contran estipulou que o novo prazo começa em 1º de outubro deste ano com a instalação em 5% da produção, aumentando progressivamente até atingir a totalidade em 1º de dezembro de 2011.

Com o novo prazo, as fabricantes se reuniram para conseguir que os fornecedores providenciem dispositivos menores e por preços que gerem menos impacto no valor de venda da moto.

A contratação do serviço de rastreamento ficará a cargo do consumidor e não será obrigatória.

Fonte: Denatran.gov.br

Sabe uma outra medida que o governo deveria tomar em relação a segurança dos motociclistas?

Criar uma lei que obrigue os fabricantes de Motocicletas a dar um curso de direção defensiva ou assumir campanhas de conscientização no trânsito para quem adquire uma moto nova.

O numero de motocicletas circulando no País é cada vez maior, e os acidentes de trânsito acompanham esse número.

Os órgãos públicos de algumas cidades estão preocupados com esse problema e estão organizando algumas campanhas de conscientização com recursos próprios, mas com pouco resultado.

Na minha opinião, os fabricantes de motocicletas deveriam assumir parte dessa responsabilidade, pois hoje compra-se uma moto sem entrada e com parcelas de apenas 200 reais por mês, onde o maior público consumidor desse produto é o jovem que tem uma pequena renda, pois essa prestação cabe no bolso dele...

E esse jovem é o que engrossa as estatísticas de acidentes com morte ou invalidez nas ruas de nossas cidades, pelo simples fato que hoje basta chegar na loja, mostrar uma CNH, comprovar uma renda suficiente que dê para pagar as parcelas e sair rodando.

Nossos jovens estão morrendo nas ruas, e as fábricas de motocicletas só pensam em seus lucros...alguma coisa precisa ser feita...

Aventura de motocicleta em 1960

Segue abaixo a definição de João Cruz sobre as categorias de motociclistas:

Classifico haver três categorias de motociclistas:

Alguns, por serem mais arrojados, gostam da velocidade;
A maioria aprecia a versatilidade e a rapidez que a motocicleta proporciona;
Mas outros a têm pelo fato de serem estradeiros e adotam este meio de locomoção por amarem o esporte.
Esporte este que proporciona maior contato com a maravilhosa e confortante natureza cheia de magia e contrastes.

Contrastes que são sentidos por todos estradeiros, mas especialmente pelos estradeiros através dos elementos que são: Sol, Vento, Chuva.

E por consequência destes dois últimos elementos surge o frio a ser também enfrentado, afinal de contas “faz parte do barulho”.

E é, através destes elementos, que usufruem: Ar mais puro para respirar, ganhando com isso condições mais saudáveis para viver e mais tempo de vida;
Reconfortante calor proveniente do sol que energiza o organismo e calcifica os ossos, proporcionando maior resistência para enfrentar tombos nas estradas e nas adversidades da vida;
E por fim a chuva, embora incomodativa, é reconhecida por sua vital importância para hidratação do nosso organismo e benefício que proporciona à natureza.
E quanto ao frio por ela causado, diria fazer parte da ‘lei da compensação’ existente nesta mesma natureza: O badalado ecossistema.

Vejamos também os prazeres que estes elementos da mãe natureza nos oferecem:

O ar - Brisa constante quando se está em movimento, a qual acaricia o rosto proporcionando indescritível sensação de liberdade;

O sol - Oportunidade prazerosa, que deixa o motociclista à vontade para poder apreciar melhor o que existe no percurso, e pilotar sua moto com maior segurança;

A chuva - Molha as vestes, causa frio, cria piso derrapante e também atoleiros. Mas é assim que aprendemos como ter prudência para desfrutarmos os bons momentos vividos sobre a moto.

São, enfim, estes elementos e suas consequências que dão todo sabor às motos e às aventuras; São ímãs que atraem motociclistas para arrojados e perigosos desafios estrada afora, tornando-os estradeiros sem fronteiras.
Através desses fenômenos e acontecimentos facilmente identificamos um estadeiro ao vermos a peculiaridade das suas vestes e o tipo simples e resistente da moto que utiliza;
É cauteloso e obediente quanto às leis e regulamentos, tanto nas estradas quanto nas cidades;
Tem sempre estampado na face o feliz sorriso da liberdade por saber da sua independência em criar e vencer desafios;
É humanitário, não somente por índole, mas também pelos acontecimentos havidos e aprendidos nas estradas, onde muito viu, muito sentiu, ajudou e também recebeu ajuda.
Fatos esses que moldam e consolidam o caráter de uma pessoa tranquila, solidária, feliz.
Razão de ostentar no rosto o contagiante sorriso acima descrito, o qual é notado por todos aqueles que o vêm pelas estradas a caminho das suas aventuras.

Há até quem diga existir nas estradas almas de antigos estradeiros que por elas ainda passeiam, imbuídos que estão dos momentos felizes que tiveram.

João Cruz

Sabe quem foi João Cruz? Clique no link abaixo e leia sua história. A história de um motociclista brasileiro que atravesou diversos estados com sua motocicleta em 1960 e agora relata esse fato detalhadamente nesse site:
http://www.rotaway.com.br/content.asp?cc=14

“Sempre haverá novas fronteiras quando não limitarmos nossos sonhos”.

Corridas Malucas de Motos

BOARD TRACK RACING OU MOTORDROME ERAM CORRIDAS POPULARES NOS EUA EM PISTAS OVAIS DE MADEIRA ‘INCLINADAS’ COMO NAS COMPETIÇÕES DE BICICLETA NAS OLIMPÍADAS.

A PRIMEIRA PISTA RECOBERTA DE MADEIRA FOI INAUGURADA EM 1909 EM LOS ANGELES. CHAMADO DE COLISEU DE LOS ANGELES ERA UM POUCO MENOR QUE 1/3 DE MILHA DE CIRCUNFERÊNCIA, NO ENTANDO ERA DUAS VEZES MAIOR QUE AS PISTAS DE BICICLETAS QUE A ANTECEDERAM



EM POUCO TEMPO, O ESPETÁCULO ONDE HOMENS PILOTAVAM MOTOS A VELOCIDADES DE QUEBRAR O PESCOÇO EM PISTAS OVAIS DE MADEIRA GANHARAM ADEPTOS APAIXONADOS E RAPIDAMENTE MUITAS OUTRAS PISTAS FORAM CONSTRUÍDAS.
EM 1910 AS PISTAS AUMENTARAM DE 1/3 DE MILHA PARA UMA MILHA DE CIRCUNFERÊNCIA, E A INCLINAÇÃO DA PISTA FOI DE 25 GRAUS PARA 60 GRAUS.






OS ESPECTADORES OBSERVAVAM AS CORRIDAS EM GRANDES ARQUIBANCADAS AO REDOR DAS PISTAS, ENQUANTO OS PILOTOS ATINGIAM AS VELOCIDADES DE 100 M.P.H.
A RIVALIDADE ERA GRANDE NÃO SÓ ENTRE OS PILOTOS, MAS TAMBÉM ENTRE OS FABRICANTES QUE VENDIAM MAIS SUAS MOTOS SE SAÍSSEM VITORIOSOS.




OLHA QUE CURIOSO: AS MOTOS NÃO TINHAM FREIOS...ACREDITAVAM IRONICAMENTE QUE ERA MAIS SEGURO NÃO TER FREIOS...A ÚNICA MANEIRA DE FREAR AS BICICLETAS MOTORIZADAS ERA ACIONAR UMA ALAVANCA NO GUIDÃO , QUE TRAVAVA O ACELERADOR E A MOTO IA PARANDO AOS POUCOS.

A FALTA DE FREIOS CAUSOU DIVERSOS ACIDENTES NAS BOARD TRACKS QUANDO OS PILOTOS NÃO CONSEGUIAM DIMINUIR A VELOCIDADE E IAM PARA CIMA DO PÚBLICO. A PISTA DE DETROIT TINHA UMA PLACA QUE SALIENTAVA EM GRANDES LETRAS QUE OS ESPECTADORES IAM VER OS PILOTOS: “NECK AND NECK WITH DEATH” ALGO COMO: “PESCOÇO A PESCOÇO COM A MORTE”. UMA DESSAS PISTAS EM NEWARK (NOVA JERSEY) FOI INAUGURADA EM JULHO DE 1912 E FECHADA EM SETEMBRO, QUANDO NUMA BATIDA MORRERAM DOIS MOTOCICLISTAS E CINCO ESPECTADORES, INCLUINDO AÍ QUATRO JOVENS.





AS CORRIDAS ERAM MUITO POPULARES E NAS ARQUIBANCADAS MAIS DE 15.000 EXPECTADORES, O QUE ABRIU OS OLHOS DE DIVERSOS FABRICANTES; EXCELSIOR, HENDERSON, INDIAN E ALGUNS MENORES, COMO THOR, MERKEL, E POPE USAVAM AS CORRIDAS COMO GRANDE OPORTUNIDADE DE MARKETING. A HARLEY DAVIDSON TAMBÉM PARTICIPOU DESSAS CORRIDAS.





NO COMEÇO DE 1930 AS CORRIDAS BOARD TRACKING FORAM PERDENDO PÚBLICO, DEVIDO AO SEU PERIGO E AO ALTO CUSTO DAS PISTAS DE MADEIRA.







O ÚNICO VIDEO FEITO SOBRE ESTE TIPO DE CORRIDA , FILMADO POR UM DISTRIBUIDOR DA INDIAN DA REPÚBLICA TCHECA. O VIDEO FOI ENCONTRADO EM 1995 DEBAIXO DA CAMA DE UMA SENHORA EM PRAGA. O FILME FOI RESTAURADO PARA O SISTEMA NTSC E TEM 12 MINUTOS.




http://www.youtube.com/watch?v=QPZY-MUx8qk&feature=player_embedded#!












quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Carta desesperada de um motociclista ao seu Moto Clube

Amigos!!!

Não costumo escrever “para todos” deste Motoclube, mas necessito de um conselho..

Explico o caso: desconfio que a minha esposa tem um amante pois aparece com roupas novas, relógio de marca e está estranha comigo.. Outro dia peguei o celular dela para ver as horas e ela ficou louca de raiva, gritou que eu não respeitava a privacidade dela, etc...

Diz sempre que sai com amigas que eu não conheço e chega tarde em casa, afirma que vem de táxi mas nunca vi nenhum táxi aqui na porta de casa, creio que vem de carona , salta na esquina e vem caminhando.

Decidi resolver a questão. Saí com a moto e estacionei na esquina da rua onde teria uma visão total e poderia ver com quem minha esposa pega carona. Me agachei atrás da moto e fiquei esperando..... o tempo passava e notei um vazamento de óleo na tampa da embreagem e aí surgiu a grande dúvida: basta apertar os parafusos da tampa ou é melhor trocar a junta ?

Abraços!

Alcindo.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Simulação de um Acidente

Postei abaixo um vídeo de um "crash test" com um veículo se chocando com um objeto parecido com um poste ou uma árvore.

O primeiro impacto à 80 Km/h (50 Milhas/h)

O segundo impacto à 112 Km/h (70 Mph)

e o terceiro impacto à 144 Km/h (90Mph)

A filmagem foi feita de ângulos variados.

No Segundo impacto (à 112 Km/h) o motorista já teria perdido a vida...

video

(Clique no Play)

domingo, 12 de setembro de 2010

Garupa sentado de lado











Sexta-feira passada, quando eu voltava para casa ao fim do expediente, fiz as fotos abaixo. O local é a rotatória em frente ao bar "Boteco", na Av. Paraná em Paranavaí.

Observe o número de motocicletas..... pode-se ver na foto 5 motociclistas ultrapassando pela direita , um pela esquerda, uma moto vindo em sentido contrário e outra fazendo a rotatória.

O número excessivo de motos de baixa cilindrada nos horários de rush é enorme, e os acidentes envolvendo motos idem.








Um dos detalhes que chama a atenção é que todos estão com as viseiras "abertas", o que é contra a lei, um deles inclusive está com um capacete modelo "aberto" sem óculos e sem viseira...

Agora observe uma das motos...

A senhora que está na garupa está sentada de lado...

A dificuldade em pilotar a moto com uma pessoa sentada de lado é enorme, e essa cena é comum aqui na região. Vejo cenas idênticas a essa todos os dias, inclusive na rodovia, o que é muito mais perigoso...








A uns dias atrás fiz o flagrante abaixo. Em plena rodovia, entre as cidades de Alto Paraná e Nova Esperança, próximo a balança de caminhões em Nova Esperança.

A mulher sentada de lado e segurando a saia...








E essa aqui hoje, (01.10.2010) na Av. Dep. Heitor Alencar Furtado na mesma situação:





Ontem a noite vi uma cena inacreditável: um casal andando de moto com um bebezinho dormindo em uma cesta tipo "bebê conforto" apoiado na perna da mãe que ia na garupa...infelizmente eu não estava com a máquina fotográfica, mas no dia a dia esses são apenas alguns absurdos que acontecem nas vias públicas de nossas cidades...



Essa outra fotografada em 04.10.2010 em Paranavaí:


Essa na rodovia entre Marilena e Nova Londrina em 06.10.2010:

Pedestre super atento

Graças a um reflexo muito rápido, esse pedestre salvou a própria vida.

video

(Clique no Play)

Irresponsabilidade em Duas Rodas

Recebi esse vídeo e pensei até em não postá-lo para não "dar idéia" a pessoas irresponsáveis que não tem amor a própria vida, mas mantenho esse blog pelo amor que tenho ao motociclismo e acho necessário mostrar que infelizmente existem todos os tipos de pessoas em cima de duas rodas.

Provavelmente os pais desses jovens nem imaginam o que seus filhos estão fazendo nas ruas.

(O vídeo não foi feito no Brasil)

video

(Clique no Play)

sábado, 11 de setembro de 2010

Dicas de Segurança para Motociclistas

Segue abaixo algumas dicas de segurança para Motociclistas:

Atenção à via e suas condições, principalmente àquilo que pode desequilibrar o motociclista, como pista molhada, faixas escorregadias, etc., reduzindo a velocidade e adotando maior cuidado nesses casos.

A importância de se frear adequadamente, tendo cuidado para não bloquear as rodas. Os fabricantes recomendam utilizar simultaneamente o freio dianteiro e o traseiro, lembrando que é o dianteiro que proporciona maior eficiência na frenagem.

Ser visto é fundamental para o motociclista; por isso, circular sempre com o farol aceso (como exige a lei, de dia e de noite), vestimentas e capacetes de fácil visualização. Coletes e acessórios refletivos também são muito importantes.

Evitar a circulação entre filas de veículos.

Cuidado com a proteção individual, que, em um acidente, dependerá, em grande medida, do uso de vestimentas, luvas, calçados e capacetes adequados – estes últimos fixados adequadamente e, de preferência, do tipo fechado e com viseira.

Desde 1º de junho de 2008, os capacetes devem ter etiquetas refletivas, conforme Resolução Contran 270/08. Lembrando que os capacetes certificados pelo INMETRO podem ter a indicação também de um prazo de troca recomendável quando o capacete não sofreu impacto - geralmente a cada três anos.

No caso de impacto, o capacete deve ser trocado.

Orientar caronas sem experiência sobre como colocar o capacete adequadamente, posicionar-se no banco e apoiar os pés sobre os pedais, além de como se comportar durante o trajeto, segurando pela cintura e acompanhando as inclinações do motociclista.

Em relação à motocicleta, cuidado extra com os pneus, verificando sempre a banda de rodagem e a pressão adequada, a manutenção de todo o sistema de freios e de iluminação e sinalização; ou seja, farol, lanternas, luzes das setas e de freio.

Por fim, é bom lembrar que não cultivar hábitos seguros, além de contribuir para ocorrências de acidentes, muitos com seqüelas, podem trazer penalidades, como as multas. Algumas infrações relacionadas à condução de motos são consideradas gravíssimas no Código de Trânsito Brasileiro, sujeitando o infrator à multa de R$ 191,54, sete pontos, suspensão do direito de dirigir e recolhimento do documento de habilitação. São elas:


.Conduzir sem usar capacete de segurança com viseira ou óculos de proteção, de acordo com as normas e especificações aprovadas pelo Contran.
.Fazer malabarismo ou equilibrar-se apenas sobre uma roda.
.Trafegar com os faróis apagados.
.Transportar criança menor de sete anos ou que não tenha condições de cuidar de sua própria segurança.

Ponto Cego



Parte dos acidentes envolvendo veículos, pedestres, motocicletas e bicicletas, além de objetos imóveis, ocorre porque, em determinado momento, um desses elementos se encontra na trajetória de um veículo, mas fora do alcance de visão do motorista. Está numa área de não-visibilidade, o popular ponto cego. Todos os automóveis possuem pontos cegos, e os riscos de acidentes variam de acordo com o número e o tamanho desses pontos.
Um acidente cada vez mais freqüente em nossas vias está diretamente relacionado à incapacidade do motorista de um automóvel visualizar uma motocicleta que se movimenta em velocidade ao seu redor, passando rapidamente por alguns dos seus pontos cegos. A moto circula entre as faixas, muito próxima dos veículos, escondendo-se no ponto cego do espelho retrovisor externo.
Pensando na questão dos acidentes relacionados à falta de visibilidade do motorista, o Cesvi Brasil realizou um estudo visando a diferenciar os modelos de veículos quanto à visibilidade proporcionada, identificando quais oferecem mais e menos riscos à segurança no trânsito.
Este Índice de Visibilidade leva em consideração a medição e análise das áreas não-visíveis ao motorista, classificando-as de acordo com três principais parâmetros:
• Visibilidade dianteira;
• Visibilidade lateral;
• Visibilidade traseira.
Visibilidade dianteira:
O Cesvi mediu a área encoberta pelas colunas dianteiras, que podem fazer com que o motorista perca a visão de obstáculos quando está realizando uma manobra ou uma curva. Alguns fatores influenciam diretamente na visibilidade dianteira:
• Largura da coluna dianteira;
• Ângulo de inclinação da coluna;
• Adoção de um vigia lateral.
Visibilidade lateral:
É a visão proporcionada ao motorista pelos retrovisores externos, muito relacionada nos dias de hoje com acidentes com motociclistas, que circulam entre as faixas e se instalam nas áreas cegas.
Os fatores que influenciam na visibilidade lateral são os seguintes:
• Tamanho do espelho retrovisor;
• Área convexa do retrovisor dianteiro.
Visibilidade traseira:
Demonstra a medida do ponto cego na traseira do veículo, quando o motorista utiliza o retrovisor interno, não enxergando principalmente crianças de pequena estatura, cones, buracos, provocando acidentes freqüentes quando estes objetos estão próximos ao veículo, a uma distância inferior à necessária para entrar no campo de visão do motorista.
Fatores que influenciam:
• Posicionamento do sistema do limpador do vidro traseiro;
• Disposição do encosto de cabeça dos bancos traseiros;
• Inclinação da parte traseira do veículo;
• Tamanho do vidro traseiro.
Testes realizados com os veículos nacionais estão no site: www.cesvibrasil.com.br
Tecnologias para diminuição dos pontos cegos BLIS (“Blind Spot Information System”) Equipamentos como o BLIS monitoram os pontos cegos do veículo, alertando o motorista com uma luz de aviso próximo ao retrovisor se há algum veículo próximo a ele ou se aproximando do campo não visível do espelho retrovisor. O sistema nada mais é do que um conjunto de câmeras digitais ao lado do retrovisor, que detectam a aproximação de veículos em situações de risco, informando a movimentação de qualquer veículo que esteja numa velocidade 20 km/h inferior ou 70 km/h superior à do seu automóvel. Este dispositivo já é equipado no Volvo C30, no Audi Q7 e no novo Audi A3.
Sensores de estacionamento:
Há iniciativas em outros países voltadas para a implantação de pequenas câmeras na traseira do veículo, que permitem ao motorista enxergar o ambiente antes de executar uma manobra de ré, percebendo, assim, a existência de cones, de plantas, de pequenos muros e, principalmente, de crianças.
No Brasil, alguns veículos já incorporam sensores instalados na traseira que detectam obstáculos no percurso de ré. No caso do veículo estar muito próximo a um obstáculo, um som é emitido, alertando para o perigo de colisão.
Veja vídeo abaixo de um veículo da Ford com sensores de estacionamento:

video

(Clique no Play)

Posição correta do Retrovisor

Os veículos novos vendidos no país, já vêm equipados com três espelhos retrovisores. Mas por quê três? Simples e óbvio: o espelho interno central para enxergar diretamente o tráfego atrás do seu veículo e os laterais para enxergar o tráfego das pistas laterais.





São nos espelhos laterais que estão o maior erro de utilização. A grande maioria dos motoristas posicionam os espelhos laterais de modo a enxergar a lateral do veículo e o tráfego atrás do mesmo.

A posição à 90º é muito pouco utilizada e, por incrível que pareça, isto é causador de muitos acidentes


Existem pelo menos mais 5 bons motivos para manter os espelhos à 90º:

- Você não precisará olhar sobre seus ombros (embora não seja uma má idéia);

- Você dará apenas uma rápida olhada no espelho para ver o ponto cego (sem ter que olhar sobre os ombros e perder alguns segundos da visão à sua frente);

- Ao olhar pelo espelho você manterá a atenção no que está à sua frente;

- Você terá uma visão de 360º do veículo, incluindo os pontos cegos dos espelhos.

- À noite, os faróis de quem vem atrás de você não refletirão em todos os espelhos ao mesmo tempo.

Vale lembrar que muitos espelhos são levemente convexos (curvados) o que aumenta ainda mais a visão perimetral, mas alteram a percepção de distância, fazendo com que os outros carros pareçam estar mais longe do que realmente estão. Além de mais segurança, esta posição dos espelhos a 90º também oferece mais comodidade. Pode demorar um pouco para acostumar-se com a nova posição dos espelhos, mas em nome da segurança, persista um pouco.

domingo, 15 de agosto de 2010

Atenção ao volante

Um vídeo muito divertido....

mostra a importância da atenção ao volante...

video

(Clique no Play)

sábado, 7 de agosto de 2010

Acidentes Pare com isso!!!

"Paranavaí se une para reduzir acidentes com motocicletas"


Uma estratégia de enfrentamento aos acidentes de trânsito com motocicletas está sendo desenhada em Paranavaí. A iniciativa é resultado de uma preocupação comum a diversas entidades: a cada três acidentes de trânsito registrados na cidade, dois envolvem motocicletas. O lançamento desta estratégia foi realizado nesta terça-feira, com a presença de representantes de vários segmentos da sociedade civil.

O problema dos acidentes se agrava à medida que situações de risco ficam mais evidentes, como a falta de conscientização de motociclistas, o desrespeito às normas de trânsito e um sistema viário que carece de melhorias. Levando em conta estes e outros fatores, o grupo que coordena a estratégia de trânsito para reduzir os índices de acidentes com motocicletas elencou quatro eixos que vão guiar as ações daqui para frente. Educação, conscientização, fiscalização e infraestrutura.

Com o mote “Acidentes. Pare com isso” e considerando os quatro pilares já citados, o objetivo é desenvolver atividades em todas as instâncias da sociedade, de forma permanente, para transformar o trânsito de Paranavaí e garantir mais segurança aos motociclistas. Assim, motoristas, pedestres e toda a sociedade também saem ganhando.

São parceiros nesta estratégia: Unimed, Prefeitura de Paranavaí, Diretoria de Trânsito (Ditran), 14ª Regional de Saúde, Detran, 8º Batalhão de Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Fafipa e Unipar.

(Matéria publicada no Blog Joaquim de Paula)


Essa é a logo da Campanha para reduzir acidentes com motocicletas
na cidade de Paranavaí.

Estive presente nessa reunião acompanhado do amigo Messias, organizador do “Moto Fest Paranavaí” (Encontro Nacional de Motociclistas de Paranavaí). Eu e o Messias somos motociclistas desde a época em que nem capacete era obrigatório.

Já usei a motocicleta para trabalho, para lazer, para viagem, em diversas cidades e diversas estradas. Nesses anos todos em cima de duas rodas aprendi muito sobre condução e comportamento no trânsito.

Dessa experiência, tirei algumas conclusões sobre o aumento de acidentes envolvendo motos: Quando você aprende a andar de motocicleta você acaba se apaixonando por ela devido a sensação de liberdade que ela proporciona. E isso para quem é jovem faz a adrenalidade correr nas veias, o que colabora para que o jovem seja imprudente no trânsito…

Nos tempos atuais está havendo um número cada vez maior de motocicletas nas ruas, devido a facilidade de financiamento. Vi um comercial a pouco tempo que dizia assim: “Dê 1 real de entrada e pague o restante em 48 vezes de 200 reais”… A facilidade para comprar é muito grande e o público alvo são os rapazes na faixa etária de 18 a 25 anos, que ainda não tem uma renda suficiente para adquirir um veículo de 4 rodas, justamente a faixa etária com maior incidência de envolvimento em acidentes.

Discutiu-se na reunião a idéia de aplicar aulas de trânsito nas escolas, o que é uma idéia interessante, mas não resolve o problema a curto prazo. Minha sugestão é que haja maior fiscalização nas ruas, pois as causas de acidente na maioria das vezes é por imprudência.

Penso que a solução mais imediata seria o que já é feito nas maiores cidades como Londrina e Maringá, que é introdução de fiscais de trânsito, radares tipo “pardal”, e algumas “blitz” surpresa em locais variados. Essas medidas com certeza faria a velocidade média dentro da cidade baixar e consequentemente os acidentes.

Estatísticas preocupantes:


Entre 2005 e 2009, os acidentes envolvendo motocicletas representaram 67% do total de acidentes na cidade, ou seja, apenas 33% não tiveram a participação das motocicletas. As principais vítimas são jovens de 20 a 29 anos, a maioria formada por homens.

De janeiro até 18 de junho deste ano foram 384 acidentes envolvendo motocicletas, com 529 vítimas. Considerando os números do ano passado, uma projeção preocupante: até dezembro podem ser 829 acidentes, com 1.142 vítimas.

O crescimento da frota de motocicletas em Paranavaí:


2005: 8.551


2006: 9.886


2007: 9.975


2008: 11.39


2009: 13.044


2010: 14.190


Alcindo-07.08.2010

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Freio ABS nas 10 rodas

Um sistema que alerta o motorista a desaceleração do veículo da frente e um sistema de freio ABS segura um imenso caminhão sem travar as rodas.

Incrível!!!

video

(Clique no Play).

"Alcindo"

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Via Preferencial em Paranavaí

A foto abaixo é de um cruzamento em Paranavaí:




Aqui tirei a foto bem de perto:




E essa é a que está no sentido oposto, na mesma esquina:



Estive aqui nessa esquina hoje fazendo esse registro, porque semana passada cruzei essa via preferencial e por muito pouco escapei de um acidente.

Por enquanto essas imagens estão só aqui no blog. Nos próximos dias estarei enviando ao jornal local com o nome das ruas desse cruzamento, para que alertem a prefeitura...

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Volta ao Mundo numa R1

Sensacional viagem por vários países com uma Yamaha R1:

video

(Clique no Play)

Arrancada Porsche x Yamaha R1 x Avião

Uma arrancada com um Porsche contra uma Yamaha R1 e um avião a jato

video

(Clique no Play)

6º Encontro de Veículos Antigos de Jataizinho-PR

6º Encontro de Veículos Antigos de Jataizinho,

em comemoração aos 115 anos da morte de Frei Timótheo:

video

(Clique no Play)

GP da Europa de F1 - 1993

Vídeo de 1993 - Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1


Ayrton Senna dando um show na chuva, na primeira volta:




video


(Clique no Play)

Você acha que sabe dirigir?

Incrível manobra de um ônibus em cima de uma ponte:

video

(Clique no Play)

Caminhão atropela motociclista

Vídeo chocante onde um caminhoneiro atropela um motociclista:

video

(Clique no Play)

We will rock you

Um clipe muito bem feito...

Desenho que dá vida à água ao som de "We Will Rock You" da banda inglesa Queen:

video

(Clique no Play)

Batmóvel Tupiniquim

De repente um roncão forte de v8 vem vindo...
Aí você pensa:
hummmm....deve ser um "Mavecão"....ou um "Dojão".....
Aí você desacelera pra ver o que é.....
E olha a surpresa....
o que um cidadão teve a capacidade de fazer com um Maverick V8:






Só podia ser brasileiro mesmo.......





Como estacionar facilmente

Você tem dificuldades para estacionar??

Veja os 3 vídeos abaixo e aprenda:

video

video

video

Sistema de Segurança do Futuro

Prá quê Seguro???

Sistema de Segurança + Trava + Alarme ultra moderno...

Veja o Vídeo:

video

(Clique no Play)

Comercial da Hyundai

Muito divertido esse comercial da Hyundai:

video

(Clique no Play)

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Troca de Pneus

Quando você vai soltar o parafuso de uma roda e ele está muito apertado,

dá a impressão que apertaram com uma máquina dessas:

video

(Clique no Play)

Mulher trocando pneu

Esse comercial diz:

"Cuidado!!! Trocar pneu pode ser perigoso"

Eu já publiquei aqui no meu blog uma matéria falando sobre a dificuldade

de uma mulher ter que trocar um pneu furado.

O vídeo abaixo é uma sátira, mas a dificuldade é bem real:

video

(Clique no Play)

Hayabusa Turbo

"Aceleração Incrível"

Vídeo mostrando a aceleração de uma moto Hayabusa com Turbo:

video

Lombunda Eletrônica

Novo sistema para reduzir a velocidade dos carros...

"LOMBUNDA ELETRÔNICA"

só podia ser invenção do pessoal do "Pânico na TV":

video

(Clique no Play)